preloder

A rotina de trabalho excessivo do nosso dia a dia sempre nos faz entrar num ciclo de se alimentar de forma inadequada, fazer menos exercícios e dormir mal. Esses costumes acabam fazendo com que a gente fique cada vez mais longe de ter um corpo saudável e melhorar a nossa qualidade de vida.

Por isso é tão importante mudar os hábitos de vida a fim de garantir mais saúde e bem-estar. Quem conquista esse comportamento mais saudável começa a perceber que dorme melhor, tem mais produtividade no trabalho e até mesmo amplia o humor e a autoestima. 

Quer ter esses e outros benefícios na sua vida? Acompanhe este texto e conheça 7 dicas para ter uma maior qualidade de vida em longo prazo. Confira! 

1. Reduzir a ingestão de sal no dia a dia

Pães, batata frita, pizza e até no molho de ketchup. O sal — cujo principal componente é o sódio — está presente em diversos alimentos que geralmente consumimos diariamente. Contudo, em termos de corpo saudável, a redução da ingestão de sal deve ser levada a sério. Isso porque o seu consumo exagerado aumenta em larga escala as possibilidades de desenvolver câncer de estômago e osteoporose, por exemplo. Ainda há a elevação da pressão arterial, um dos principais componentes propulsores do Acidente Vascular Cerebral (AVC).

Portanto, para ter uma vida mais saudável, é preciso reduzir o consumo de sal. E para conseguir isso, algumas estratégias são importantes. Por exemplo, diminua a ingestão de alimentos industrializados. Eles, muitas vezes, têm mais sal que os orgânicos, por isso vale a pena conferir as informações nutricionais da embalagem antes de adquirir qualquer produto.

Outra dica é cozinhar mais. Isso mesmo! Em vez de comprar aquele molho de tomate do supermercado, prepare em casa e congele o que sobrar. A receita de molhos para massa, sopas e até pizzas é bem simples e, além de mais saudável, certamente, é mais saborosa.

2. Não pular nenhuma das refeições

Tomar um café da manhã e ignorar o almoço não é uma atitude saudável. Afinal, quando não seguimos os horários corretos de alimentação, o corpo fica com carência nutricional. Geralmente suprimimos algum grupo alimentar importante quando deixamos de almoçar, lanchar durante a tarde ou tomar o café da manhã. 

Outra característica é que, frequentemente, quem pula uma refeição acaba descontando na próxima. Isso causa acúmulo de peso e até mesmo compulsão alimentar. Sendo assim, comer de três em três horas é o mais indicado. Siga um plano alimentar adequado, completando o quadro nutricional necessário para o seu bem-estar. Com essa atitude, você favorece a diversidade de nutrientes que necessita para manter o corpo saudável.

3. Praticar exercícios físicos

O exercício diário pode reduzir todos os sinais do envelhecimento. Isso inclui melhorar a saúde dos olhos, diminuir a pressão arterial, melhorar a massa muscular magra, controlar o colesterol e fortalecer os ossos. Sem contar os benefícios para a mente, como a redução do estresse e a melhoria na sensação de bem-estar. 

Se você quer ter um corpo saudável e viver mais, você deve se exercitar! Cerca de dez minutos de atividade já fazem diferença. Procure dançar na sua sala de estar, participar de aulas de yoga, caminhar até o parque. Enfim, busque opções prazerosas para se exercitar, sempre com orientação profissional para evitar lesões

4. Comer frutas 

Você sabia que as laranjas oferecem mais benefícios à saúde do que as pílulas de vitamina C? Isso porque as frutas têm uma carga elevada de nutrientes. Tanto quanto possível, consuma suas vitaminas e minerais por meio de uma dieta equilibrada e não apenas com o consumo de suplementos.

Alimente-se de uma variedade de frutas todas as manhãs para se energizar, por exemplo. Satisfaça o seu paladar com banana, kiwi, morangos, amoras, melancia e outras frutas da época. Para isso, prepare saladas, sucos e vitaminas — e até mesmo picolés, para os dias mais quentes.

5. Alimentar-se adequadamente 

Quando se trata de uma alimentação saudável, também não custa lembrar o exemplo do ovo: no decorrer da história, houve momentos em que ele foi um vilão e outros em que ele se tornou o mocinho de uma alimentação adequada.

Independentemente desse tipo de situação, uma coisa que todos os especialistas concordam é o nosso prato contém cada vez mais açúcar e gordura. Estamos deixando de lado o consumo de uma variedade de alimentos mais naturais e integrais.

Uma dieta rica em vegetais, por exemplo, está associada a um risco reduzido de desenvolver câncer de pulmão, mama, colo do útero, dentre outros. E aqueles com as cores mais vivas  como repolho, brócolis e cenoura são potencialmente mais nutritivos. Por isso, é muito recomendado elevar a quantidade de vegetais nas porções diárias.

Também procure limitar o consumo de gorduras saturadas e gorduras trans. No lugar disso, escolha mais alimentos ricos em ácidos graxos e ômega 3. Essas são substâncias anti-inflamatórias que reduzem o risco de doenças cardiovasculares e até melhoram o humor. 

6. Beber água

Você sabia que mais de 60% do nosso corpo é feito de água? Apesar disso, precisamos nos hidratar e a maioria de nós não bebe água suficiente todos os dias. Ela é essencial para o funcionamento do organismo e também é necessária para remover resíduos, toxinas e transportar nutrientes e oxigênio pelo corpo.

Além disso, a água potável ajuda na perda de peso. Isso porque beber mais água auxilia a encher o estômago, deixando-nos menos famintos e propensos a comer demais. A quantidade de água que precisamos depende de vários fatores, como umidade, atividade física e peso, mas, geralmente, devemos ingerir de 2 a 3 litros de água por dia.

7. Dormir bem

Uma boa noite de descanso também é essencial para um corpo saudável. Afinal, é durante o sono que há o fortalecimento da imunidade, a renovação das células e a neutralização dos radicais livres.

Geralmente, oito horas de sono diário são suficientes para repor as energias para mais uma jornada. As funções cognitivas melhoram e até os ossos e os músculos se regeneram com mais facilidade.

Essas foram algumas dicas para ter um corpo saudável. É importante destacar que a musculatura também deve ser trabalhada para o fortalecimento do organismo e melhorar a postura. Nesse sentido, a quiropraxia é uma aliada à musculação. Essa integração deixa o corpo funcionando com o seu máximo potencial, reduzindo o estresse e diminuindo possíveis dores e desconfortos. 

Gostou das informações e dicas e já quer colocar tudo em prática? Então, aproveite para também ficar por dentro de outras novidades assinando a nossa newsletter! 

Fechar Menu
Precisa de Ajuda? Fale Conosco