Quem trabalha muito possivelmente vai passar ou já passou por situações estressantes. É o projeto que deu errado, a entrega do fornecedor que atrasou, o cliente que está impaciente. Esses e outros casos prejudicam o nosso emocional, resultando em tensão e nervosismo.

No entanto, viver continuamente dessa forma não é nada agradável. Por isso, é preciso encontrar maneiras de como aliviar o estresse. Até porque uma pessoa que vive estressada tem mais chances de desenvolver, por exemplo, problemas cardíacos. Também tem possibilidade de afetar a saúde mental, apresentando, inclusive, depressão.

Quer ficar longe desses problemas? Então, confira agora mesmo 4 dicas valiosas sobre como aliviar o estresse!

1. Pratique exercícios físicos

Muitas pessoas acham que fazer exercício físico não combina com estresse. Isso porque acreditam que a atividade física vai deixar o corpo ainda mais cansado, potencializando a tensão provocada pelo estresse. Mas não é bem assim.

Na verdade, o efeito é o contrário. Quando realizado da maneira correta, o exercício físico permite que o organismo libere substâncias químicas que trazem sensação de relaxamento.

Uma dessas substâncias é a dopamina — neurotransmissor produzido no cérebro que dá a sensação de felicidade. Com a prática regular de exercício físico, você reduz o estresse e também melhora o humor, o sono e, obviamente, o físico.

2. Evite cafeína

Sabe aquele cafezinho que você toma de manhã ou durante o trabalho? Cuidado! Dependendo da dose, ele pode desencadear um estresse ainda maior. Isso porque a cafeína — presente também em chás, chocolates e bebidas energéticas — produz um aumento na velocidade do metabolismo, o que pode provocar ondas de estresse.

Cada pessoa tem diferentes limites em relação à quantidade de cafeína que pode ser consumida. Se você percebe que a substância aumenta sua ansiedade ou seu nervosismo, prefira reduzir o consumo ou elimine de vez as fontes de cafeína. Como alternativa, você pode ingerir suco natural ou água.

3. Tenha atenção ao sono

Para muitos, dormir é uma perda de tempo. No entanto, essas mesmas pessoas podem começar a sentir o estresse quando dormem menos do que precisam. Isso acontece porque o sono tem função reparadora. Ele consegue não apenas repor as energias, mas também organizar a nossa mente em relação aos pensamentos e às frustrações que tivemos durante o dia.

Por isso, quando o sono não é bem desfrutado, o estresse é garantido. Sendo assim, permita-se dormir entre 7 e 8 horas por dia. Tenha uma cama confortável e um quarto silencioso. Esses fatores ajudam você a relaxar ainda mais e a ter um sono realmente reparador.

4. Faça sessões de quiropraxia

A quiropraxia tem revolucionado não apenas a saúde de quem sofre de artrose, dor lombar ou hérnia de disco. Por meio de ajustes precisos e localizados, o profissional dessa área também pode reduzir a tensão e o estresse.

Isso acontece porque a quiropraxia atua justamente nas regiões em que se concentram tensões de cunho emocional. Por exemplo, aquela dor no pescoço e nas costas pode ocorrer pelo fato de você ter acumulado tensão durante todo o dia. Assim sendo, é preciso desafogar essa região, e a quiropraxia pode perfeitamente ajudar nisso.

Essas foram algumas maneiras de como aliviar o estresse. Lembrando que, se optar por fazer uma atividade física, é importante sempre procurar um médico antes de iniciar a prática. Esse profissional pode conhecer melhor o seu quadro de saúde e indicar qual exercício é o mais adequado para você.

Gostou deste artigo? Aproveite e compartilhe essas dicas com os amigos nas suas redes sociais!